Paperless: Os 5 melhores scanners para produtividade pessoal

Alguns scanners podem ser melhores do que outros, especialmente quando a ideia é incluí-los na estratégia de produtividade.

Mesmo nos casos em que o original em papel não pode ser descartado, ainda assim as rotinas baseadas em digitalização assim que o documento chega, e processamento da versão digitalizada a partir daí, têm uma série de vantagens.

O melhor scanner para reduzir a manipulação e arquivamento de papel nas rotinas de produtividade pessoal pode vir a ser o que estiver ao seu alcance: desde o scanner incluído na multifuncional baratinha (mas com tinta bem cara) da liquidação online, até a câmera do celular – aí com a ajuda de um app como o Scanner Pro.

No mercado nacional, os multifuncionais estão fazendo os scanners dedicados desaparecerem do varejo (como categoria, eles já não estão mais presentes em algumas das maiores lojas online!). Memsmo assim, aqui e lá fora, existe uma variedade de ofertas no mercado de scanners voltadas exatamente a isso: transformar papel em documentos digitais, facilitando seu processamento, tramitação ou mesmo arquivamento, com foco na produtividade pessoal.

Por alguma razão, eles tendem a ser bem caros, como neste exemplo de scanner HP para digitalização de documentos.

Para investir tanto dinheiro em um recurso de produtividade, é necessário pesquisar antes, e é por isso que estou dedicando este artigo inteiro a uma tarefa muito singela: indicar este artigo do Lifehacker com os 5 melhores scanners para produtividade pessoal, eleitos pelos leitores de lá.

Infelizmente trata-se de uma realidade cruel: os que constam na lista são difíceis de encontrar no Brasil, e os que estão à venda por representantes oficiais no Brasil de modo geral não constam nesta lista (o que talvez signifique algo útil para a sua decisão de investir ou não neles...).

Mas difícil não quer dizer impossível, e às vezes algum dos modelos da lista (os Scan Snap da Fujitsu, por exemplo) podem ser vistos em sites como o Buscapé, que apontam varejistas relativamente desconhecidos que os vendem, ou mesmo no Mercado Livre.

O meu scanner consta na lista: é o Doxie Go, cujo uso eu já descrevi no artigo "Escritório sem papel: Com o Doxie Go, fiz upgrade para o scanner ideal". Mas para obtê-lo tive que recorrer ao esforço extra de comprar no exterior.

Comprando no Brasil, no exterior ou aproveitando o scanner que você já tem, um homeoffice com bem menos papel pode ser um grande impulsionador da produtividade e organização.

Mas se você for comprar, compre bem, e em especial evite pagar preços extremamente altos por produtos que não oferecem soluções tão superiores assim. Eficiência também inclui o uso racional dos recursos! ツ

Comentar

Comentários arquivados