O carro ficou no sol? 6 passos para refrescar mais rapidamente

Moro numa cidade praiana e as oportunidades de deixar o carro no sol são frequentes, assim como o doloroso processo de voltar a ele e vê-lo transformado em um forno.

Forno sem gás

E digo isso literalmente: é fácil comprovar que a temperatura do interior do carro pode ser suficiente para assar biscoitos, como verificou a simpática senhora da foto acima.

Há paliativos como um bom pára-sol refletivo, anteparos para não deixar a direção e os bancos esquentarem demais, ou a busca mais extensa por uma vaga à sombra, mas não há solução definitiva: se o carro ficar fechado no sol de verão por tempo suficiente, ele irá se transformar um uma estufa.

Essa situação acontece no mundo todo, e o pessoal da Física, os engenheiros e outros conhecedores da termodinâmica e tecnologias associadas, e muitos outros especialistas de vez em quando se dedicam à questão: como resfriar mais rapidamente o carro que ficou parado ao sol?

Curiosamente há alguns erros comuns nas técnicas empregadas, seja pelo mau uso da ventilação motorizada ou por esperar do ar condicionado mais do que ele pode prover.

6 passos para esfriar o interior do carro rapidamente

Estamos chegando no verão, e para mim é hora de pensar neste assunto de novo.

Compartilho, portanto, a técnica que uso (descendente deste wikiHow) quando não consigo evitar que o carro fique exposto ao sol, e que se baseia na premissa de que o ar dentro do carro estará mais quente do que o ar fora dele.

Os passos a seguir são executados ao retornar ao carro escaldante.

Portas abertas

  1. Com o carro ainda estacionado, escancarar a porta traseira (do bagageiro - se houver) e as portas de passageiros - mesmo que não haja vento nenhum, parte do ar da sua estufa móvel vai naturalmente ser substituída pelo ar do ambiente.
     

  2. Ainda antes de entrar no carro, baixar todas as janelas - ou ao menos todas as que possam depois ser erguidas com o carro em movimento; se o acionamento for manual e você estiver sozinho, talvez isso signifique baixar apenas a janela do motorista.
     

  3. Se a ventilação do seu carro tiver uma função de Recircular, desative-a - caso contrário, você usará o ventilador do carro para soprar o ar interno já aquecido.
     

    Ajuste de acordo

  4. Regule seu termostato para a temperatura mais baixa possível, aponte o fluxo de ar para o interior da cabine ou a sua parte inferior (jamais para os vidros) e ligue na potência máxima - essa instrução vale tanto para os carros dotados de ar condicionado, quanto para os que tiverem apenas ventilação.
     

  5. Feche as portas e dirija, por 1 ou 2 minutos, ainda com as janelas abertas - o movimento do carro, juntamente com o funcionamento da ventilação, ajudarão a expulsar o ar superaquecido.
     

  6. Após completar o período, feche as janelas e adote sua posição normal de ajuste do termostato da velocidade da ventilação e da função Recircular.

Prevenir é melhor do que remediar

Claro que esses problemas podem ser evitados deixando o carro na sombra, e podem ser mitigados deixando frestas suficientes nas janelas (quando a situação de segurança permite), usando filmes escuros nos vidros e anteparos diversos.

Uma alternativa extrema...

Mas às vezes nada disso está ao alcance, então vale a pena ao menos lembrar de usar as proteções que estiverem à mão para reduzir a incidência direta do sol sobre os bancos, o volante, as alavancas de câmbio e de freio de mão, e outras peças com as quais você terá que ter contato direto - até porque elas não resfriam imediatamente quando o ar quente sai.

Para o volante e o câmbio, usar um pano molhado (mesmo que seja com água que ficou dentro do carro e também está quente) pode ajudar a baixar a temperatura, pelo processo de evaporação - passe o pano molhado, espere alguns segundos para evaporar, e repita a operação 2 ou 3 vezes, e a temperatura da superfície ficará mais amena.

Uma toalha, um papelão ou até mesmo os tapetes de borracha do carro podem servir para prevenir tudo isso, se tudo o mais faltar. Não fica bonito, é uma prova de fogo para a limpeza interna do seu carro, mas mesmo assim pode ser melhor do que ter de dirigir queimando a mão e as costas!

Comentar

Comentários arquivados