Arrume as malas como os profissionais: aprenda como a comissária leva roupa para 10 dias em uma maleta

Arrumar as malas fazendo caber tudo que é necessário, amassando o mínimo possível, pode ser um pesadelo de quem viaja casualmente, mas dá trabalho até para muitos que viajam regularmente. Mas existe solução!

Iniciamos nossa Semana da Efetividade em Viagens com a história de Heather Poole, que é uma comissária de bordo de Los Angeles, e como é comum entre seus colegas de profissão, viaja apenas com uma maletinha de bordo do mesmo tamanho das que eu loto em qualquer viagem de 3 dias.

No caso dela, frequentemente é necessário levar roupas para usar durante 10 dias, mas ela tira de letra, e explica como faz.

A dica saiu no New York Times, mas é fartamente ilustrada (algumas das imagens de lá estão reproduzidas aqui neste post), então o idioma será um obstáculo menor.

Entre as dicas da comissária, destaco algumas:

  1. quando possível, enrolar ao invés de dobrar - protege mais contra amassar, e fica menor;
  2. sapatos formam a moldura, e as peças mais grossas (jeans, etc.) forram o fundo;
  3. as demais peças vão subindo em camadas, até chegar às mais delicadas, que vão por cima;
  4. a frasqueira vai por cima de tudo, bem embalada;

Esse negócio de "enrolar as roupas para caber mais e amassar menos" pode assustar, mas pesquisei a respeito e bastante gente recomenda, embora a parte do "amassar menos" dependa de como se faz. Achei um vídeo mostrando detalhadamente como se faz (inclusive com dobras auxiliares, antes do enrolamento, especiais para camisas e calças), e outro vídeo específico para as camisetas, que parece bem interessante.

E a ideia de enrolar as roupas está mesmo bem longe de ser inédita: existe até uma linha de malas dedicada a isso. Mas a Heather usa uma mala comum, e a lista do que ela leva (foto acima) me impressiona: 3 calças sociais, 3 calças casuais, 3 shorts, uma saia, 3 camisolas, 3 roupas de praia, uma canga, 3 casacos, 4 vestidos, 10 blusas casuais, 6 blusas sociais, 2 pares de sapatos e a frasqueira.

Ela fecha a mala sem esforço (e nem precisa sentar em cima!). Mas se ela organizasse os mesmos itens do jeito tradicional (dobrando e empilhando), ficaria como na imagem abaixo:


Do jeito tradicional ficaria assim!

No mesmo artigo, a Heather também ensina como faz quando a bagagem é para menos dias:


Técnica alternativa, para viagens mais curtas

Nesses casos ela usa uma técnica híbrida e mais conhecida: a maioria das peças é dobrada e empilhada tradicionalmente, mas as calças forram o fundo e "abraçam" as demais peças ao final, conforme demonstrado no passo-a-passo ilustrado.

Dá trabalho e precisa de algum planejamento, mas o resultado final, com a mala fechada sem esforço, é bem menos stress!

Além do guia ilustrado da Heather, veja também a matéria em que vários outros tripulantes compartilham suas dicas de arrumação de bagagens - de roupas, eletrônicos e até de comida para consumir a bordo!

Veja mais dicas sobre bagagens:

  1. Como arrumar a mala com efetividade
  2. Aeroportos lotados: reduzindo o stress das viagens de final de ano
  3. Victorinox Stonehenge: uma mochila ampliada para suas viagens curtas

Comentar

Comentários arquivados