Personalidades por trás dos blogs: o que agrada e o que irrita

Uma das diferenças entre os blogs típicos e a imprensa é que o blog pode transmitir a personalidade de seu autor (ou autores) de forma muito mais direta e concreta - o público de fato espera que o blog seja a voz de seu dono, sem o chamado "distanciamento jornalístico". Com isso, a personalidade do autor passa a poder ser um ingrediente importante do sucesso do blog, de maneira muito mais visível do que ocorre na imprensa, em relação à personalidade do editor ou ao posicionamento da empresa proprietária da publicação.

No final do ano passado, o Blog Herald publicou uma lista de blogueiros de respeito, e outra de blogueiros irritantes. Questão de opinião do autor, é claro, mas pode servir de referência para quem tem medo de expor sua personalidade em seus textos, ou quer escolher quais aspectos de sua individualidade prefere revelar.

E neste final de semana, a Nospheratt, do nacional Blogando por Dinheiro (uma de minhas fontes de consulta quando se trata de monetização de blogs) fez algo parecido, mas adaptado à cena blogueira brasileira: uma lista dos blogueiros que conquistaram seu respeito, e outra dos blogueiros que a irritam. Como no caso da lista norte-americana, trata-se de uma questão de opinião da autora, é claro.

Como eu (juntamente com o efetividade.net) estou em uma das listas, não vou qualificá-las ou comentá-las. Mas trata-se de leitura interessante, especialmente para quem está começando com um blog e está em busca de modelos e exemplos de atitude para replicar, ou erros alheios para não repetir.

Afinal, aprender com seus erros é bom, mas aprender com os erros alheios sai bem mais barato!

Comentar

Comentários arquivados